Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Ações para escolas técnicas agrícolas devem ser consolidadas como política de Estado

Publicação:

O grupo de trabalho está trabalhando para a formatação de proposta única de política estadual para as escolas agrícolas.
O grupo de trabalho está trabalhando para a formatação de proposta única de política estadual para as escolas agrícolas.
Por Nathalie Sulzbach - Ascom SDR

A convergência de ações de diferentes secretarias de Estado e instituições setoriais embasará uma política pública de Estado para as escolas técnicas agrícolas do Rio Grande do Sul. Nesta terça-feira (12), ocorreu o segundo encontro de um grupo de trabalho criado a partir de uma constatação do governador do Estado, José Ivo Sartori, de que os projetos de incentivo às escolas agrícolas postos em prática pela SDR deveriam ser acompanhados por uma equipe designada especificamente para esse fim.

“As escolas técnicas agrícolas/agropecuárias são uma importante ferramenta para o alcance dos objetivos deste programa, pois são a base pedagógica de jovens que poderão dar continuidade à atividade rural”, explicou o secretário da SDR, Tarcisio Minetto. “Cada secretaria e entidade já têm ações nesse sentido, só que isoladas, e a ideia é unir todas em um Programa de Incentivo à Permanência de Jovens e Adultos no Meio Rural, que se tornará uma política pública de Estado”, completou o secretário.

Entre as ideias levantadas pelos participantes, a busca por apoio de empresas privadas para investimento em tecnologia nas escolas, a aproximação da assistência técnica de extensão rural social da Emater, conveniada da SDR, das escolas, para desenvolvimento da parte produtiva e atividades extracurriculares, a capacitação de professores, transversalização de ações e expertise entre as secretarias, como por exemplo, a SDR e a Secretaria de Educação (Seduc), inserção do tema políticas públicas nas escolas, entre outros.

Ficou acordado que os membros do grupo terão até o dia 22 para contemplar todas essas sugestões na minuta de decreto, para ser encaminhado à Casa Civil. Se aprovado o decreto, os envolvidos definirão um plano de ações para a implementação das propostas.

Também participaram do encontro o chefe de gabinete da SDR, Osmar Redin; o diretor de Agricultura Familiar e Agroindústria, José Alexandre Rodrigues; os assessores Maria Inês Fonseca e Evandro Oliveira; a superintendente da Educação Profissional do Estado, da Seduc, Denise Araújo Villas; a diretora técnica Rossana Padilha Negreira; o presidente do Conselho das Escolas Técnicas Agrícolas, Luiz Carlos Cosmam; o presidente da Associação Gaúcha de Professores Técnicos de Ensino Agrícola (AGPTEA), Fritz Roloff; o integrante da diretoria do Sindicato dos Técnicos Agrícolas (Sintargs) Roberto Camargo; a extensionista rural da Emater Clarice Böck, e o analista agropecuário florestal da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação (Seapi), Valdomiro Hoos.

Secretaria do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo