Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Cooperativas da agricultura familiar assinam contratos do PAA para fornecer alimentos a presídios em 37 municípios

Publicação:

Evento no Palácio Piratini reuniu representantes de quatro cooperativas que entregarão produtos ao sistema prisional
Evento no Palácio Piratini reuniu representantes de quatro cooperativas que entregarão produtos ao sistema prisional - Foto: Luiz Chaves/Palácio Piratini

Em ato no Palácio Piratini na quinta-feira (10), a Secretaria do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR) assinou novos contratos com cooperativas da agricultura familiar habilitadas a fornecer gêneros ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), na modalidade compra com doação simultânea. Nesta etapa, 40 cooperativas de 37 municípios foram habilitadas para prover o equivalente a R$ 9,3 milhões em produtos, que serão destinados ao sistema prisional do Estado. O PAA é operacionalizado no Rio Grande do Sul por meio de convênio com o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS).

Presente ao evento, o governador José Ivo Sartori reconheceu que a parceria com a União fortalece as cooperativas da agricultura familiar, gerando emprego e renda nas comunidades rurais. "Este é um incentivo para o homem do campo e para os seus filhos, que podem seguir conduzindo a propriedade da família", destacou.  

O secretário da SDR, Tarcisio Minetto, ressaltou o sucesso da parceria entre Estado e o governo federal, que já aplicou R$ 10 milhões do PAA em outras chamadas públicas realizadas durante a atual gestão. "Desde o ano passado, adquirimos produtos para 17 unidades prisionais, 721 escolas estaduais, Defesa Civil e Fundação de Proteção Especial".  

Para o secretário da Segurança Pública, Cezar Schirmer, o convênio é uma alternativa criativa para gerar economia aos cofres públicos e possibilitar novos investimentos. "Este é um projeto ideal para qualquer governo. Com ele estimulamos o produtor, reduzimos os gastos do Estado e garantimos alimentos de procedência aos apenados", afirmou.

Representantes de quatro cooperativas da agricultura familiar assinaram os contratos do PAA. Conforme o diretor de Cooperativismo da SDR, Lino Hamann, agora entra a fase de planejamento das entregas de alimentos às unidades prisionais, que será feita em conjunto entre a SDR e a Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe).

A assinatura dos contratos representa garantia de comercialização da produção das cooperativas. “Somos sete cooperativas de assentados da reforma agrária que vão fornecer alimentos e, em nosso caso, o contrato com o PAA vem em uma hora muito boa, porque estamos enfrentando um momento muito difícil no segmento do arroz”, disse o coordenador da Cooperativa dos Trabalhadores Assentados da Região de Porto Alegre (Cootap) Emerson Giacomeli, de Eldorado do Sul, ao agradecer o empenho da SDR para a concretização da ação.

O presidente da Cooperativa Regional de Alimentos de Santa Cruz (Coopersanta) Cássio Benito Baptista, também elogiou a condução do programa. "Nos sentimos honrados em participar pela segunda vez do PAA, e esta é uma prova de que com poucos recursos é possível fazer um projeto social grande", disse.

Também assinaram contratos a Cooperativa de Produção Agropecuária dos Assentados de Charqueadas (Coopac) e a Cooperativa de Suinocultores do Caí Superior (Ouro do Sul).

Municípios beneficiados

Santa Rosa, Santo Ângelo, Ijuí, Cruz Alta, Iraí, Frederico Westphalen, Palmeira das Missões, Sarandi, Erechim, Getúlio Vargas, Passo Fundo, Carazinho, Vacaria, Lagoa Vermelha, Encantado, Lajeado, Santa Cruz do Sul, Rio Pardo, Venâncio Aires, Porto Alegre, Guaíba, Arroio do Ratos, Charqueadas, São Jerônimo, Montenegro, São Leopoldo, Novo Hamburgo, Osório, Caxias do Sul, Bento Gonçalves, Pelotas, Rio Grande, Santana do Livramento, Dom Pedrito, Bagé, Santa Maria e Cachoeira do Sul.

 

Secretaria do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo